ARUNACHALA

Não é necessariamente a palavra do sacerdote que nos convida a entrar, mas seu gesto, seu olhar. E o primeiro ato é deixar do lado de fora as sandálias, para adentrar com humildade, respeito e amor em Arunachala, Coração Espiritual do Mundo, conforme as palavras de Bhagavan Ramana Maharshi.

Seja bem-vindo a essa casa sagrada!

“‘Aruna’ significa vermelho, brilhante como fogo. Esse fogo não é um fogo ordinário, que é quente. Ele é Jnanagni (Fogo da Sabedoria, conhecimento). Ele não é quente nem frio. ‘Achala’ significa ‘Montanha Inominável’. Então, Arunachala significa a ‘Montanha Sábia’.”

Sri Ramana Maharish 

 Não entendi

Conforme nos conta a lenda, quando a Terra era jovem e os Himalaias ainda não havia surgido, Arunachala já irradiava, com seus 2.682 pés, a luz de Shiva. Um farol atraindo buscadores de distantes lugares, independente de suas crenças religiosas e filosóficas.

Essa narrativa é dedicada a todos cujo olhar vai além do véus que costumam vela as mil faces de Shiva.

Meus sinceros agradecimentos a Márcia Ganem, 

coordenadora da Casa Cultural Castro Alves e a Flipelô pela oportunidade e espaço concedido aos meus punctuns visuais.

© 2020 por Dhan Ribeiro.

dhanribeiro@tutamail.com       Tel: 0005571 983160643

  • Twitter Basic Black